Adriana de Oliveira Silva

Consultora, Especialista em Áreas de Diversidade Cultural, Licenciamento Ambiental e Escrita Criativa

Antropóloga e jornalista. Em 2018, defendeu a tese de doutorado Galeria & Senzala: a (im)pertinência da presença negra nas artes no Brasil, no Departamento de Antropologia da USP. Atua como consultora nas áreas de diversidade cultural, licenciamento ambiental e escrita criativa. Pela Concremat Engenharia, tem realizado Estudos de Componente Quilombola desde 2014. Como acadêmica, pesquisa o modo como novos sujeitos políticos têm se valido de questões de identidade e diferença para criar experiências (im)pertinentes no mundo.